Pedra nos rins

6 mitos e verdades sobre pedra nos rins

O cálculo renal, muito conhecido como pedra nos rins, é uma massa sólida composta por minúsculos cristais que surgem na bexiga e causam muita dor.

Existem quatro tipos de cálculos, que se diferenciam pela sua formação. O tipo mais comum é o cálculo de cálcio. 

Há vários fatores que ocasionam o surgimento de pedra nos rins. Este artigo esclarece o que é mito e verdade sobre o assunto. O intuito é de que todos conheçam um pouco mais sobre essa condição que acomete muitas pessoas.

1. A ingestão excessiva de sal provoca pedra nos rins

Verdade. Essa é uma das grandes verdades sobre o cálculo renal. Consumir sódio em excesso favorece muito o aparecimento de pedras nos rins. 

Não se trata apenas de sal puro nos alimentos. O consumo em excesso de embutidos, macarrão instantâneo, refrigerante e qualquer outro alimento com alto teor de sódio também é um fator de risco para o cálculo renal. 

Sódio em demasia no corpo causa excesso de excreção do cálcio por meio da urina, o que acumula cristais nos rins, dando início ao cálculo renal.

2. Bebida alcoólica provoca cálculo renal

Mito. Não é verdade que somente o fato de consumir bebida alcoólica esteja ligado ao surgimento de pedra nos rins. As bebidas contendo álcool diminuem o metabolismo do ácido úrico, porém, para provocar o cálculo renal, precisa ser álcool em excesso, exatamente como sódio.

Bebida alcoólica por si só, com moderação, não provoca pedra nos rins.

3. Pedra nos rins acomete mais os idosos

Mito. Pedra nos rins podem surgir em qualquer um e em qualquer idade. Não há nenhuma pesquisa ou referência de que sejam mais frequentes em idosos. A idade é um fator preponderante para cálculo renal, no entanto, isso não significa mais incidência nos idosos.

4. Acontecem mais casos no verão

Verdade. A incidência de pedra nos rins aumenta muito durante o verão, em especial nos países tropicais, como o Brasil, onde não há tanta preocupação com o que se ingere e com a hidratação. Dessa maneira, o surgimento de pedra nos rins é quase que certeiro.

5. O cálculo renal pode ser sintoma de uma doença grave

Verdade. É importante ficar alerta, pois o cálculo renal pode sinalizar algo mais grave. Pode ser sintoma de outro problema renal ou problemas intestinais. Isso pode ocorrer porque, quando surge uma doença grave, há alteração no organismo, que resulta na supersaturação da urina. Assim, se desencadeia o cálculo renal. É preciso checar com critério, para ter certeza de apenas pedra nos rins.

6. Quem já teve pedra nos rins não terá nunca mais

Mito. Quem já teve cálculo renal, pode ter novamente. Principalmente se o tipo de cálculo foi o de cálcio. Nesse caso, a probabilidade de acontecer de novo aumenta. 

Mesmo quem já foi acometido, deve se prevenir e reduzir o sódio da dieta, aumentar a ingestão de água, para não desenvolver pedras novamente.

A prevenção e cuidados do corpo não são importantes não só no verão, mas em todos os dias do ano. Só assim se evita o cálculo renal, com a dor lancinante que provoca.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como urologista em Goiânia!

Comentários
Dr. Pedro Henrique Moreira

Posted by Dr. Pedro Henrique Moreira