Balanopostite

Saiba o que é balanopostite e como prevenir

De repente, se percebe uma inflamação no órgão genital que, por ser desconhecida, não se consegue distinguir. A balanopostite acontece só em homens e pode surgir em qualquer idade. Este artigo esclarece as dúvidas sobre o assunto a ajuda os homens a se prevenirem. Acompanhe as dicas.

O que é a balanopostite?

A balanopostite consiste na inflamação da mucosa que reveste a glande (cabeça do pênis). Pode ou não estar associada a uma infecção e ocorre, especialmente, em homens portadores de fimose.

Quando essa inflamação afeta simultaneamente a glande e a parte interna do prepúcio (pele que recobre a glande), e denominada balanopostite. Pode ser desconfortável e, às vezes, muito dolorosa, mas geralmente não é grave. 

Quais são os sintomas?

Os homens que apresentarem os sintomas a seguir devem consultar um médico para obter o diagnóstico:

  • pele brilhante na glande;
  • vermelhidão ao redor da glande;
  • inflamação, dor, coceira ou irritação na glande;
  • corrimento espesso e irregular sob o prepúcio;
  • cheiro desagradável;
  • prepúcio bem rente o órgão, de forma que não pode ser puxado para trás;
  • dor ao urinar;
  • glândulas inchadas perto do pênis;
  • feridas na glande.

Dor, irritação e corrimento podem ocorrer sob o prepúcio 2 a 3 dias após a relação sexual.

A balanopostite é um tipo de fimose?

Com frequência, as pessoas confundem a balanopostite com a fimose e, também, com a balanite. Essas três condições afetam os órgãos genitais, porém cada uma é diferente da outra.

Fimose

É uma condição da membrana que envolve a glande e dificulta a retração do prepúcio.

Balanite

É uma inflamação que acomete a glande (cabeça do pênis).

Balanopostite

É uma inflamação do prepúcio.

Elas podem ocorrer simultaneamente ou uma pode ser a causa da outra. Por exemplo, a fimose pode acontecer junto com a balanite ou ocorrer por causa de uma balanopostite. Mas ainda serão coisas distintas.

Como prevenir?

Para prevenir infecções, a glande e o prepúcio devem ser mantidos limpos e secos. A lavagem diária, com especial atenção para a limpeza do pênis, é essencial.

Algumas dicas de higiene para ajudar a prevenção:

  • o prepúcio deve ser puxado para trás para que a glande fique exposta;
  • a área deve ser lavada suavemente com água morna; excesso de sabão pode irritar, por isso deve ser evitado;
  • um creme aquoso ou algum outro limpador neutro pode ser usado, mas deve ser completamente enxaguado;
  • a glande deve estar completamente seca;
  • os homens que tendem a desenvolver balanopostite após o sexo devem lavar o pênis depois de praticar atividade sexual.

Qual o tratamento?

O tratamento da balanopostite depende da causa da inflamação. Quando a causa é desconhecida, o tratamento é minimizar o desconforto no momento de urinar e durante as relações sexuais. O método mais comum são cremes antibióticos e antifúngicos.

Mesmo não sendo uma condição grave, a balanopostite é extremamente incômoda e dolorosa, por isso é recomendável a prevenção e, caso aconteça, deve-se consultar o médico.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como urologista em Goiânia!

Comentários
Dr. Pedro Henrique Moreira

Posted by Dr. Pedro Henrique Moreira